contato@amaralmonteiro.com.br
12 3207 3918

Blog

Confira 6 práticas para uma gestão empresarial em startups!



Startups são empresas com ideias inovadoras e que propiciam um diferencial aos clientes. Por esse motivo, estão ganhando cada vez mais espaço no mercado e garantindo excelentes resultados. Contudo, assim como qualquer companhia, ter uma gestão empresarial eficiente é essencial para manter a saúde financeira, as operações em dia e a expansão do negócio.

Apesar de ser um grande desafio para alguns empreendedores, esse gerenciamento é importante para se manter competitivo entre tantos concorrentes. Pensando nisso, elaborei este post com 6 dicas incríveis de como realizar essa função. Acompanhe!

1. Elabore um bom plano de negócios

Esse plano deve englobar uma pesquisa de mercado, a descrição com detalhes dos produtos e serviços prestados e os diferenciais competitivos da empresa. Nele também deve estar incluído a estrutura corporativa com o estabelecimento de setores, como finanças e recursos humanos.

É muito importante que a sua startup esteja sempre em desenvolvimento e, por isso, os planejamentos e investimento devem estar muito bem delineados. Então, faça um plano de negócio completo e com objetividade, abrangendo todos os pontos relevantes da organização.

2. Conte com uma boa equipe

Escolha profissionais qualificados para fazerem parte do seu time. Dessa forma, você estará cercado de pessoas engajadas e que trabalham como foco na produtividade e qualidade, fazendo com que os objetivos sejam alcançados mais rapidamente.

Dos colaboradores a parceiros, o sucesso de uma startup depende muito dos membros envolvidos nos processos e, por esse motivo, saber gerenciar a equipe de forma adequada é fundamental.

3. Procure por conhecimento sobre gestão empresarial de startup

Uma startup tem uma realidade diferente de uma empresa comum e, para tratar corretamente dessas particularidades, é necessário ter um conhecimento aprofundado. Hoje, existem vários cursos criados para qualificar gestores, sendo uma boa opção para quem deseja conhecer melhor o mercado. Busque informações, conheça outras áreas, vá a eventos e palestras, pois o importante é estar sempre atualizado.

4. Valorize os feedbacks

Sempre existe algo que precisa ser aprimorado na gestão de startups. Por isso, é preciso buscar meios para que essa melhoria chegue ao negócio. Reestruturar processos da rotina e minimizar os ruídos de comunicação é um bom começo.

Além disso, procure acompanhar o crescimento individual de cada funcionário, afinal, eles são parte essencial na sua empresa. Dê um feedback que aponte o melhor de cada um e que mostre o que precisa ser melhorado, e escute o que eles também têm a falar, suas opiniões e sugestões. A transparência e honestidade são fatores primordiais para uma liderança de sucesso.

5. Faça um planejamento financeiro

Muitas empresas fecham as portas ainda nos primeiros anos de operações por falta de planejamento financeiro. Identifique quais são as principais transações financeiras da startup e monte um calendário. Assim, você poderá programar com eficiência as atividades ligadas a essas movimentações como: vendas, compras, emissão de notas fiscais, reposição de estoque, entre outros, e também controlar mais de perto todo o processo.

Você pode contar com o auxílio de um software que possibilite o acompanhamento dos principais custos fixos da empresa, instalações físicas, estoques e custos variáveis, sendo possível entender quais gastos são necessários e quais devem ser cortados. Use essa economia para investir em uma área importante da empresa que vai contribuir para a sua expansão.

6. Conte com o auxílio da tecnologia

Em um cenário onde é imprescindível a tomada de decisões rápidas e acertadas, contar com a tecnologia é uma boa sacada. No entanto, as startups precisam implementar ferramentas que estejam à altura de seus produtos ou serviços inovadores.

Existem diversos softwares disponíveis no mercado com o objetivo de otimizar a rotina e dar o dinamismo que ela precisa, integrar as informações de todos os setores, automatizar os processos e demais funcionalidades e emitir relatórios com dados precisos, proporcionando mais tempo para que você cuide de outras atividades não menos importantes do negócio.

Quando uma gestão empresarial de startup é feita da forma correta, pode gerar várias vantagens, por exemplo: visão ampla dos riscos e oportunidades, aumento da produtividade, agilidade dos processos, qualidade dos serviços prestados, maior lucratividade e competitividade etc. Então, não deixe de colocar essas dicas em práticas e aproveitar todos os benefícios.

Gostou deste post? Então, aproveite para assinar minha newsletter agora mesmo e receber todas as novidades em primeira mão!

Powered by Rock Convert
× WhatsApp